Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/05/20 às 18h48 - Atualizado em 22/05/20 às 17h13

ūüö®ūüė∑CBMDF: An√°lise de projetos contra inc√™ndio e p√Ęnico passa a ser online

COMPARTILHAR

Adriana Machado, da Ascom – SSP/DF

 

A partir desta semana, a an√°lise e aprova√ß√£o de projetos de inc√™ndio e arquitetura realizadas pelo Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) passa a ser integralmente digital. A mudan√ßa vinha sendo implementada, com parte da documenta√ß√£o sendo enviada digitalmente. A antecipa√ß√£o do processo final ocorreu a fim de evitar aglomera√ß√Ķes nos setores que recebiam os documentos impressos por conta do atual cen√°rio pand√™mico.

 

‚ÄúA implementa√ß√£o do processo vinha sendo feito de forma gradativa, h√° cerca de dois anos. Antes disso, todo o processo era feito com a entrega da documenta√ß√£o de forma impressa, inclusive os projetos‚ÄĚ, explicou o chefe da Se√ß√£o de An√°lise de Projetos do CBMDF, o tenente-coronel Luiz Santana.

 

Os projetos contra inc√™ndio e p√Ęnico prev√™ a instala√ß√£o de hidrantes, chuveiros autom√°ticos, detec√ß√£o de Inc√™ndio, para‚Äďraios, sistema de extintores e, ainda, sinaliza√ß√£o, ilumina√ß√£o e sa√≠da de emerg√™ncia.

 

Al√©m de facilitar o processo interno da corpora√ß√£o, o novo modelo gera economia para o usu√°rio, que n√£o ter√° que se deslocar at√© a se√ß√£o de projetos, localizada na Unidade do Cruzeiro, e nem fazer impress√Ķes, pois no caso de reprova√ß√£o era necess√°rio fazer uma nova impress√£o de toda a documenta√ß√£o com os ajustes.

 

‚ÄúCom a aprova√ß√£o do projeto, o solicitante receber√° um QR Code que somente poder√° ser lido exclusivamente pelo aplicativo desenvolvido pela corpora√ß√£o. Desta forma, al√©m da seguran√ßa de dados, todos os documentos poder√£o ser acessados a qualquer tempo, sem o perigo de serem perdidos e sem correr risco de ter que ser iniciado novamente‚ÄĚ, explicou Santana.

 

O novo formato facilita tamb√©m a vistoria para emiss√£o do Habite-se e Licen√ßa de Funcionamento, documento necess√°rio para funcionamento de qualquer atividade, seja com p√ļblico ou n√£o. O bombeiro respons√°vel pela fiscaliza√ß√£o n√£o precisar√° mais levar at√© a edifica√ß√£o os projetos impressos, mas apenas um tablete da corpora√ß√£o ou mesmo pelo celular, como afirma o tenente-coronel. ‚ÄúAp√≥s a aprova√ß√£o da vistoria, o pr√≥ximo passo √© a libera√ß√£o do Habite-se, essencial para que o local seja habitado, e na sequ√™ncia a libera√ß√£o do funcionamento. Todos esses pontos ter√£o mais celeridade, pois toda a documenta√ß√£o poder√° ser acessada online‚ÄĚ.

 

Para facilitar a uniformização dos serviços, o CBMDF disponibilizou um tutorial com o formato para o envio da documentação, que poderá ser conferido neste link.

 

Edição: Lanna Morais